ode

o.de
substantivo feminino
1.
LITERATURA composição poética lírica de assunto elevado, própria para ser cantada
2.
LITERATURA subgênero lírico cultivado, segundo modelos greco-latinos, desde o Renascimento até à época contemporânea, com os temas mais diversos (heroicos, amorosos etc.) e esquemas métricos também diferentes, mas caracterizando-se pela eloquência, solenidade e elevação de estilo
ORIGEM DA PALAVRA|Do grego odé, «canto», pelo baixo latim oda-, pelo francês ode
Exemplos complementares
Exemplos tirados da internet, não verificados pela equipe editorial
Exemplos complementares - up
  • A canção é uma ode ao ocultista inglês Aleister Crowley (1875-1947), criador da religião de Thelema.
  • A ode é um panegírico à imperatriz Ana Ioânovna que celebra a tomada da fortaleza de Khotin dos turcos em uma das muitas altercações que o império russo teve com o otomano durante o século XVIII.
  • Ao reler a ode no amanhecer, contrapus ao nauseabundo odor exalado da inhaca moral de homens e mulheres desta infeliz República de patifes, ladrões, canalhas.
  • Discutimos se não haveria dificuldade em vender uma ode a bundas unissex.
  • Não havia um segundo da projeção deste longa-metragem de Allan Fiterman em que Um Tiro na Noite (1981), a ode de Brian De Palma a Antonioni, saísse da minha cabeça, dado o vomitório imagético e afetivo à minha frente, numa visita a uma Copacabana queer.
  • No fundo, é uma ode ao astro que fez de sua morte um espetáculo cintilante.
  • O comentário veio poucos dias após o lançamento do novo trabalho, em que Gaby faz uma ode à diversidade brasileira.
  • Uma mulher fenomenal, em seus escritos, Angelou transforma o sofrimento em uma ode à resiliência.
As frases de exemplo refletem o uso da palavra pesquisada e foram selecionadas automaticamente a partir de diferentes fontes online. O conteúdo das frases não é controlado nem representa a opinião do meudicionario.org ou dos seus editores.

Palavras começadas por